Cork é uma cidade pequena. E muito. O subúrbio de Cork  é composto de várias cidadezinhas (nossos conhecidos bairros), algumas maiores, com centrinhos e tudo mais, outras menores, mas todas com linhas de ônibus frequentes. Ou seja, para mim, a melhor forma de se locomover se você não tem um carro é, sem dúvida, o ônibus.

ônibus em Cork
Mapa das linhas na região de Cork City

Porém, devo ser sincera: não é uma missão muito fácil. E explico: o intervalo entre os ônibus por aqui não é dos mais curtos. Em determinados locais (cidadezinhas mais distantes do centro de Cork por exemplo), o intervalo pode chegar a 1h! Sim, se você chegar no ponto e o ônibus tiver acabado de passar, senta porque a espera vai ser longa. Nos bairros mais próximos, os intervalos variam de 10 a 40 minutos. Imagina esperar todo esse tempo – no inverno – com aquele frio e vento dando tapas na cara… desanimador!!!! 

Falando em linhas de ônibus em Cork, a região é dividida em duas zonas: Red Zone e Green Zone. A Red Zone abrange o centro de Cork e os bairros próximos; já a Green Zone, obviamente, abrange essas cidades mais distantes, mas que ainda fazem conexão direta com o centro de Cork.

ônibus em Cork

O terminal é localizado no centro da cidade, na Parnell Place. O que vale mencionar é que dificilmente você vai conseguir ir para algum bairro sem ter que ir para o centro. As linhas normalmente são Bairro – Centro. Se o bairro que você quiser ir não ficar no caminho dessa linha, com certeza terá que descer no centro e pegar outro ônibus.

ônibus em Cork
Exemplo do percurso de ônibus Douglas – Mahon

No mapa acima eu exemplifico o que falei antes: estamos em Douglas  e com certeza seria muito mais fácil se houvesse uma linha direta que nos levasse até o shopping de Mahon, porém temos que ir ao centro e pegar outra linha para chegar no nosso destino. E é consideravelmente perto, haja visto que de carro demoraríamos uns 20 minutos. Mas de ônibus, devido a espera, chega a demorar 1 hora, rs. Ou seja, se você tem compromisso, melhor checar os horários das linhas – aqui – para não se atrasar.

Outro fator importante é o preço. O valor da passagem é de 2,00 euros para trafegar pela Red Zonejá a o valor da Green Zone varia de acordo com a cidade que vai. Não é barato mas não falaria que é caro também, acredito ser um preço justo – existem formas de economizar com o Leap Card, por exemplo (assunto para um post exclusivo) ou sendo estudante. O valor é bom, também, pois os ônibus são equipados com wifi: só entrar e conectar, não é o máximo? (haja bateria hahahahaha). Além de wifi, eles também têm aquecedor o que é uma benção em dias de frio!

No geral achei os ônibus em Cork bem limpos, óbvio que nem tudo é 100%, vi sim alguns com lixo jogado mas, nada é perfeito não é? Geralmente você vai pegar aqueles ônibus de 2 andares – pensa na criança (eu) correndo pra subir e ficar lá na frente hahahaha; o visual vale muito a pena!!!!!

Uma informação importante: procurando sobre ônibus em Cork na internet quando chegamos, nos deparamos com resultados quase nulos. Encontramos só informações sobre Dublin e lá, pelo que parece, o pagamento do transporte é feito apenas com moedas. Perguntei ao motorista, e por aqui eles aceitam notas também – nas palavras dele, 5, 10, 20 – não se preocupe em ficar separando e guardando todas as moedas no mundo e fique tranquilo em oferecer a nota na hora de pagar – não será um problema.

Author

Write A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.