Category

Espanha

Category

Barcelona – nossa visita frustrada

A Espanha, para ser sincera, nunca esteve no topo da minha lista de países que imploravam pela minha visita.  Mas, nosso cruzeiro nos levaria até lá, então, façamos da melhor forma possível.

Chegaríamos em Barcelona bem cedinho (bem cedinho MESMO! Desembarque do navio previsto para 7 da madrugada!) e nós, com 4 malas gigantescas, mochilas e bolsas de notebook, teríamos que correr para encontrar um taxi. Grande. E conseguimos: primeira etapa concluída.

Check in no hotel feito. Escolhemos o hotel Acta Antibes (a reserva foi feita meses atrás!). O valor foi de EUR 151,20 por duas noites, mas sem café da manhã – que à parte, custa 9 euros por cabeça, por dia e vale a pena; é bem servido e bem gostoso. A localização do hotel foi uma das coisas que nos fizeram escolhe-lo, pois está a menos de 10 minutos de caminhada de uma estação de metrô e de um ícone de Barcelona: a Sagrada Família. Uma caminhadinha de alguns quarteirões e você está na mundialmente famosa catedral de Gaudí.

Após o check in, demos uma volta apenas nos arredores para conhecer e voltamos para o hotel para um merecido descanso. Exaustos, não iríamos aproveitar nada e decidimos tirar um cochilo, com hora marcada para acabar, e decidir o fazer em seguida. Ao acordamos, o dia estava nublado e não muito chamativo para um passeio, mas ainda assim resolvemos aproveitar essa tarde para ir até o Camp Nou, o que para mim era a melhor parte da cidade. Apaixonada por futebol que sou, foi meu passeio preferido! Fomos de metrô, o que foi super tranquilo e mais rápido do que imaginávamos. Tivemos que fazer uma baldeação, mas nada muito trabalhoso.

Barcelona é uma cidade cara. E achamos MUITO cara. O Camp Nou Experience nos custou EUR 23 por cabeça, o que pra uma viagem low budget, é demais. Mas é uma experiência única, devo confessar. Entrar naquele estádio maravilhoso, poder pisar no campo… é um momento único!

Barcelona

20150504_155437

20150504_155634

Pisei no Camp Nou!!!!!!!!!!!!!!
Pisei no Camp Nou!!!!!!!!!!!!!!

Para mim, ponto altissimo da nossa estadia por Barcelona. A partir daí, não sei se pelo cansaço (14 dias de navio, malas, cabeça cheia com a chegada na Irlanda, o pouco tempo que teriamos) a cidade não me ganhou.

Pegamos o ônibus hop on – hop off. Desembolsamos EUR 38 CADA por dois dias. A empresa tem duas linhas e várias paradas bem estratégicas. Aproveitamos o restinho de dia após o Camp Nou e logo na saída do estádio já embarcamos no onibus turistico, com intenção de rodar pelo menos uma das linhas inteiras e conhecer o geral para então, decidir o que priorizar no dia seguinte. Bom, aconteceu que a volta inteira demorou bem umas duas horas e já estavamos pedindo arrego. Teriamos que descer na parada da Sagrada Familia e andar até o hotel.

No outro dia acordamos cedo e corremos para tentar conhecer o interior da Sagrada Família. Mission failed – fila ENORME e, como era de se esperar, o valor não é tão acessível. Resolvemos pegar o ônibus para iniciar nosso dia de turismo. Segunda parada do dia era o Parc Güell, outra das inúmeras obras de Gaudi em Barcelona. E outra vez que demos com a cara na parede. O passeio começava apenas 12:30 pois eles controlam o acesso ao parque e estava lotado. E tinha acabado de dar 11 da manhã. Outra coisa que desistimos e ficamos apenas na parte grátis do parque, para não falar que não visitamos. Foi frustrante, ainda mais depois de subir uma bela de uma ladeira para chegar.

20150505_110752

20150505_110852

20150505_110242

Depois foi a vez de conhecer – apenas por fora – mais duas obras de Gaudi: La Pedrera e a Casa Batlló. Passamos um tempinho admirando a arquitetura belíssima dos dois prédios. Infelizmente não entramos para conhecer, mas o visual exterior já vale a passagem.Barcelona7

Barcelona8
Continuando, passamos também pelas praias, pelas praças, Las Ramblas. Tudo muito cheio e movimentado, bem típico de cidade grande e turística. Mas mesmo assim, ainda devo confessar que, tirando a Sagrada Família, nada gritou amor comigo em Barcelona. Depois de ter visitado Tenerife e Málaga na mesma viagem, Barcelona perdeu alguns pontinhos para suas irmãs menores.

Aproveitamos para visitar o El Corte Inglés, onde comprei um relógio. Lindo. Apaixonei! El Corte Inglés é um shopping grande na Espanha. Aliás, tem várias unidades espalhadas pela Espanha. Vendem tudo: bolsas, perfumes, maquiagem, eletrônicos, coisas para casa; literalmente de tudo. Se você for consumista, vale uma visitinha pelo menos para conhecer.

Apenas finalizo o post com a seguinte dica: não visitem Barcelona como fizemos. Um dia, com certeza, é impossível de ver nem que seja metade das coisas legais que a cidade oferece. Eu ainda vou dar uma segunda chance, pois, o erro foi meu, certo? Devo?

20150505_093916