A missão de alugar casa em Cork não é fácil, assim como em qualquer região da Irlanda hoje em dia. A oferta de moradia tem diminuído a cada dia, enquanto a procura, na contramão, tem aumentado cada vez mais. Alugar casa em Cork pode ser um trabalho árduo e a missão tem que ser muito bem planejada e, principalmente, executada com calma.

No post de hoje vamos abordar um assunto que enche de preocupação a cabecinha do futuro intercambista na cidade: como eu consigo alugar casa em Cork?

A verdade é que não existe receita de bolo, mas existe sim algumas diretrizes que podem ser seguidas para você conseguir o tão sonhado cantinho pra chamar de seu em terras irlandesas.

A PREPARAÇÃO COMEÇA NO MOMENTO DE FECHAR O INTERCÂMBIO

A maioria dos intercambistas fecham de uma a duas semanas de acomodação temporária, acreditando que esse período seja o suficiente para conseguir uma acomodação definitiva. Pode dar certo? Com toda certeza. Mas eu sou do tipo que gosto de prevenir. O ideal seria 3 a 4 semanas de acomodação temporária e eu explico porque: você vai chegar, vai estar num país estranho, sem conhecer ninguém, tendo que correr atrás de documentação para visto e ainda procurar moradia. Imagina o desespero de não conseguir achar uma casa/quarto e sair pegando qualquer coisa? O ideal mesmo é você ter tempo para fazer as coisas com calma. Dá uma segurada nos gastos e levanta mais uma graninha para garantir ao menos 3 semanas de acomodação e fique mais tranquilo.

É ESSENCIAL CONHECER A CIDADE E DEFINIR SEUS REQUISITOS

Muita gente começa a procura para alugar casa em Cork meses antes do embarque, o que de fato é saudável desde que a busca seja com intuito a conhecer e aprender sobre a cidade e os bairros, e não com a intenção de “fechar” um aluguel antes de chegar no país. Você deve utilizar os meios de pesquisa para conhecer as regiões da cidade (Street View é um grande amigo, acredite!) e verificar os pontos de interesse nas regiões: mercados, escolas, transporte.

Para focar direcionar as buscas, é necessário responder algumas perguntas para você mesmo:

  1. Eu tenho intenção de morar sozinho ou compartilhar um aluguel?
  2. Desejo morar no centro ou no subúrbio?
  3. Qual o valor máximo que estou disposto à pagar?

Com os seus requisitos bem definidos, certamente suas buscas serão mais objetivas, o que aumenta a chance de sucesso na missão, afinal, você já sabe o que quer, já sabe dos seus limites e já tem um conhecimento prévio da cidade através de suas pesquisas.

QUERER DEFINITIVAMENTE NÃO É PODER

A missão de alugar casa em Cork não depende só de você, mas muito mais do Landlord. Mesmo você definindo os seus requisitos, ainda tem que passar por uma avaliação do landlord e/ou imobiliária e sim, eles tem os próprios requisitos quando ao tenant que estão procurando.

Existe toda uma documentação a ser apresentada, entrevistas… Você tem que se vender e convencer o landlord de que vale a pena depositar um voto de confiança na sua pessoa. É bem parecido com uma entrevista de emprego e uma ótima oportunidade para já colocar o inglês em prática!

 NÃO TENHO REFERÊNCIAS, NÃO VOU CONSEGUIR ALUGAR UMA CASA/QUARTO?

Todo mundo que chega no país tem o mesmo questionamento: como ter referências se eu acabei de chegar? Em imobiliárias principalmente, essas referências são indispensáveis então dificilmente você vai conseguir alugar casa em Cork com imobiliárias se não tiver referências. Mas nem tudo está perdido. Com conversas e um toque de criatividade, você pode sim ter sucesso. Vou apresentar o nosso caso de sucesso.

“Diego é cidadão português, mas nem por isso tivemos vantagens nas buscas. Fomos apenas com extrato do VTM para comprovar renda e sem referência nenhuma. Até que tive uma grande ideia de pedir para nosso “landlord provisório” do Airbnb – clique aqui para entender – para fazer uma carta de referência para gente. O não já tínhamos, então não custava tentar. E ele fez. E fez na hora! Juntamos essa carta a ao nosso extrato e fomos visitar a nossa terceira opção de moradia, junto a uma imobiliária. E não é que deu certo? Foi um chute de criatividade que valeu muito a pena testar.”

Para alugar casa em Cork, normalmente pedem tanto referências de trabalho – uma garantia de que você tem como pagar. Como não tínhamos trabalho, utilizamos o extrato do VTM e oferecemos pagar alguns alugueis adiantados e, junto com a referência do Airbnb, foi o suficiente para sermos aceitos e conseguir nosso lindo apartamento na região de Jacobs Island, que já havia sido previamente estudada – assim como toda a cidade – antes mesmo de pisarmos na Irlanda.

O que devemos ter em mente é que a dificuldade de arrumar uma casa para alugar em Cork tem aumentado a cada dia. O crescimento das empresas na cidade tem atraído também muitos europeus que buscam novas oportunidades e, consequentemente, a procura por moradia cresce da mesma forma. A chave do sucesso é justamente em como você fará sua busca e como vai lidar com os resultados e esse assunto é certamente perfeito para um novo post aqui no blog.

Teremos mais posts relacionados a esse assunto! Se quiser ficar por dentro das novidades do blog e receber em primeira mão notificação das novas publicações, seja assinante do blog e fique sabendo de tudo, primeiro! Para assinar basta incluir seu email ali na lateral do blog e clicar em “Assinar”!

 

(Post atualizado em 15/03/2017)

Author

12 Comments

  1. Nadine, seu blog arrasa! Vc deixou esse endereço em um comentário que eu fiz lá no Calcinhas em Cork do facebook e eu vim dar uma bisbilhotada!

    Seu texto foi super esclarecedor! Mas fiquei na dúvida de uma coisa…Você procurou uma imobiliária da cidade ou entrou em contato direto pelo site?? E outra coisa…quando vc entra em contato com o site, quer dizer que está falando direto com a pessoa que está alugando??

    Um colega meu e eu estamos querendo alugar uma casa em Cork, Ireland se vc puder dar mais algumas dicas seria muuuito bom!

    Beijos!!

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Gabriela!!! Obrigada pelo carinho!
      Vamos la… Eu procurei e entrei em contato apenas pelo Daft.ie. O Daft.ie tem anuncios feitos tanto pelo dono quanto pela imobiliaria.
      Ou seja, quando vc entra em contato pelo site, voce esta falando com quem colocou o anuncio – landlord ou imobiliaria.
      Os documentos que normalmente eles pedem sao as referencias tanto de trabalho – garantia de que vc vai ter como bancar o aluguel – quanto de landlords anteriores – garantia para eles de que vc eh uma boa pessoa, que paga e nao faz festa todo dia, tem cuidado com a casa. Obvio que, acabando de chegar por aqui, vc nao tem essa documentacao. Como falei no post, conseguimos uma referencia do lugar que alugamos no airbnb e apresentamos o extrato do nosso VTM onde trouxemos o dinheiro. So tivemos uma oportunidade de usar isso por aqui, e deu certo. Acho que vale a pena, se tiver, trazer referencias do Brasil tbm.
      De resto, vai de cada caso, mas dependendo de como for, acredito que uma boa conversa possa abrir muitas portas.

      Espero ter ajudado!!!!! E qualquer coisa, estamos ai!

      Abs,
      Nadine

  2. Acho que as coisas aí são um pouquinho mais difíceis e burocráticas mesmo. Tenho uma amiga espanhola aqui, e ela simplesmente desistiu de Cork após morar por um mês em um albergue tentando encontrar casa aí.
    Mas no final tudo deu certo pra vocês!!

    • Nadine Jalaim Reply

      Alugar aqui não é fácil… mas para ser sincera foi mais fácil do que imaginavamos. Apesar da burocracia, acho que estavamos no lugar certo, na hora certa. Mas tem chegado muita gente por aqui, ainda mais agora no verão, então a procura aumenta e a oferta, obvio, diminui. Mas não é impossivel não.

  3. Olá Nadine, achei seu blog através de outros e achei show, parabéns!
    Estou pesquisando a Irlanda e o Canadá, eu tenho uma “quedinha” pelo Canadá mas a minha esposa quer Irlanda (futuro visto europeu) e tenho muitas preocupações…..normal né!!!
    A principal é justamente quanto ao preconceito com casais gays…sei que o referendo foi aprovado e tudo mais…mas no dia a dia??? saberia me dizer…
    E se optarmos realmente pela Irlanda, você já me convenceu por escolher Cork…amamos cidade mais “tranquila” apesar de ser a segunda maior do pais.
    Desde já obrigada pela atenção e pelas dicas. Abraços!

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Ana!!!! Nossa, fiquei muito feliz com seu comentário! Incentiva ainda mais, sabia? Muito bom saber que o que colocamos aqui tem ajudado a esclarecer e convencer as pessoas, realmente meu objetivo tem sido alcançado.
      Com relação às suas dúvidas, Canadá inicialmente foi uma das nossas opções tbm, mas, a burocracia e dificuldades de visto nos afastou. A Irlanda é uma mãe, não tem jeito. Ela abraça os intercambistas mesmo, sejam eles europeus ou não. Apesar das mudanças nas regras, ainda assim é um dos países mais fáceis de imigrar (e principalmente que permite trabalhar, o que é essencial!!!).
      Com relação ao preconceito, eu realmente não saberia te precisar. Na época do referendo era possivel ver cartazes apoiando os dois lados (ainda ouso dizer que o apoio a aprovação era maior!) mas no dia a dia eu nunca reparei ou mesmo percebi nada de anormal. Já vimos bastante casais gays nas ruas de Cork na verdade mas sem nunca ter notado algum tipo de preconceito. Não trabalhamos e estudamos ainda, então nessa parte do dia a dia eu vou te deixar na mão!!!! 🙁 Mas é um ótimo tópico para tratar aqui no blog. Vou ficar de olho e prestar atenção e trazer esse assunto por aqui.
      Mais uma vez obrigada pelo comentário e pela visita.

      Abraços!
      Nadine

      • Olá novamente!
        Obrigada pelo feedback, fiquei feliz em ver sua resposta…tem meu total apoio para escrever sobre o tema…com certeza vai ajudar mais pessoas : )
        O seu blog esta nos meus favoritos….boa sorte e sucesso pra vcs!
        Obs. uma curiosidade, pode rir…rsrs..mas me diga uma coisa…os noticiários ai falam sobre o que? Aqui estamos tão acostumados a ligar a tv e só tem notícia sobre violência e corrupção..etc…
        Tenho essa curiosidade….rsr…quais as notícias de Cork???
        Abraços

        • Nadine Jalaim Reply

          Oi Ana!!!! Que bom saber que você está gostando! Continue nos acompanhando que tem novidades por aí!!!!!!
          Bom, os noticiários, pelo pouco que vimos, fala bastante sobre a Europa no geral, bastante sobre esportes, moda (hahahaha sim!!!) e vira e mexe falam sobre algum assalto ou assassinato. Acontece sim, não tenho porque falar que é um lugar perfeito. Mas LONGE de ser o que assistimos no Brasil. Mas eles mostram bastante coisa da Europa, os escandalos, as crises, etc.

          • Rsrsrs….obrigada!
            Sempre bom saber uma opnião sincera! E pode deixar que estou por aqui acompanhando as novidades…

            Até breve!

  4. Débora Salvino Reply

    Nadine Jalaim, como vai?
    Sou Débora, conheci seu blog a pouco tempo, e adorei, tirei muitas duvidas por aqui, e logo logo vou para cork, tenho uma pergunta a respeito dos bairros, quais são os melhores para se morar?
    Muito Obrigada!!
    Beijos

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Débora! Seja bem vinda por aqui e obrigada pelo comentário!

      Então, sobre os bairros – vou fazer um post com mais detalhes sobre isso pq é um assunto bem delicado e não muito disseminado por aí, fiquei bem sem informações antes de vir.
      Mas assim, já te adianto que, até agora, o bairro que me ganhou foi a região de Mahon Point – tem shopping, mercado, lojas, empresas, concessionarias, hospital, linha de onibus e tudo walking distance – foi meu bairro escolhido para morar, então logo vê uma imparcialidade né?
      Bom, se você vai ser estudante, sem duvida a melhor coisa é no centro onde está tudo o que vc precisa e não precisa pegar onibus. Tem que entender primeiro o objetivo. Outro bairro MUITO BOM para morar é Douglas – tem um centrinho muito bacana, com cinema, mercado, pubs. E mais um lugar que me falaram muito bem é Wilton, mas eu não conheci muito dele ainda para te afirmar.

      Fica ligada que logo mais falo em mais detalhes num post que já está sendo preparado.

      Obrigada pela visita e volte sempre.
      Beijos!

      • Débora Salvino Reply

        Muito Obrigada!!!! Estarei sempre por aqui ligada nas suas dicas!! Beijos!

Write A Comment