Confesso que, inicialmente, havia feito um vídeo para falar sobre o assunto. Porém, contudo, todavia, estou odiando fazer videos explicativos porque, gente, eu sou “uh óh” na frente das câmeras e o que eu gosto mesmo é de escrever! Vocês estão de espectadores, podem falar: falta muito treinamento para me soltar e haja saco para aguentar a voz de gralha. Hahaha! Por enquanto prefiro que vocês vejam escrito do que ter de me aturar falando, mas, a escolha é de vocês. Se quiserem vídeos, basta pedir – não vou acabar com o canal não, mas vou fazer vídeos de viagens e aos poucos tentando me soltar na frente das câmeras, beleza?

Trabalhar na Irlanda é o desejo de 10 entre 10 pessoas que estão se preparando para o intercâmbio e, especialmente as meninas, as opções de minders e au pairs são sempre as mais visadas. Mas, o que é ser minder ou Au Pair na Irlanda?

Muita gente acha que é um trabalho fácil, afinal, cuidar de criança é botar pra assistir TV, dar um sanduíche na hora de almoço e acabou, certo? Não poderia estar mais errado! Estou cansada de ver gente que está procurando trabalho com crianças sem nem ao menos gostar de crianças.

Regra número 1: se você não gosta ou não tem paciência com crianças, não se candidate a vaga. É simples! Você pode estar comendo o pão que o diabo amassou, necessitando daquela grana, mas amiga, não faça. Não é um simples trabalho que você pensa “não gosto mas dá pra levar”, tipo aquele seu escritoriozinho no Brasil. Não, não é. Cuidar de criança é gostar de sentar no chão, rolar na grama, brincar de pega-pega, de massinha, de carrinho, é fazer almoços, jantas, ter paciencia para colocar para dormir ou para acabar com o drama e é, acima de tudo, saber e aprender a dar amor e carinho porque, caramba, são crianças!!!!!

Antes de mais nada, vamos chegar num acordo das nomenclaturas, ok? Vamos lá:

  1. Au Pair: Mora com a host family e trabalha para eles.
  2. Minder: trabalha para familia mas não mora com eles. Não me venha com au pair live out. É minder, childminder, nanny.
  3. Babysitter: babá por tempo determinado (horas) quando há necessidade dos pais saírem e não levarem as crianças.

Clarificou? Pois bem, eu já fui Au Pair nos EUA por 2 anos e isso me ajudou muito a encontrar meu trabalho por aqui como MINDER. Há pouco mais de 4 meses cuido de dois meninos – um de 3 anos e outro de 10 meses. Trabalho das 9 as 16, de segunda a sexta. Encontrei essa família através de anuncio no Facebook, como já contei aqui – e aqui tem dicas de onde procurar. No total, são 35 horas semanais, vezes menos, vezes mais, mas normalmente fecha nas 35. Antes que vocês perguntem, eu estou com stamp 4, então não tenho a restrição de horas, porém ainda não sou registrada.

Para ser minder por aqui, ou em qualquer lugar do mundo, é preciso dedicação, muita paciência, criatividade e estar sempre de coração aberto para as crianças, pois muitas vezes você vai ser a fonte de amor e carinho que eles vão receber, então é preciso se entregar bastante. No meu caso, eu posso perceber que os pais das crianças são extremamente amorosos e carinhosos com eles, mas nem todos são assim. Muitos ficam um bom tempo fora de casa e tentam suprir a falta com bens materiais e você, embora não seja a sua função, tem que ter aquele tratamento maternal com as crianças, que podem se utilizar de malcriação e drama para chamar atenção. Jogo de cintura é fundamental numa situação como essa.

Se você for cuidar de crianças mais novas, conhecidos como toddlers, você vai precisar de toda paciência do mundo pois eles costumam querer brincar com coisas diferentes a cada 5 minutos e prender a atenção deles é extremamente complicado. Principalmente em dias chuvosos – hahahaha. Caso cuide de crianças mais velhas, você vai ter que se impor e mostrar quem manda, caso contrário, acham que são donos de si e passam por cima de você mesmo, e fazendo de gato e sapato ainda. Tem que ajudar ou garantir que façam lição de casa, arrumem o que tiverem que arrumar. Garantir uma boa convivência é essencial e acredite, eles podem ser seus melhores amigos se vocês deixarem que sejam.

Se você gosta de crianças mas não tem experiência, segue algumas dicas que preparei para você mandar bem com suas kids e conquistar a familia, além de dicas importantes que todos devem seguir:

  1. Gostar de crianças é essencial. Mais uma vez, não se candidate à vaga se não gosta;
  2. Tente descobrir o que as crianças gostam de fazer e encontrar ou mesmo inventar variações de brincadeiras e brinquedos relacionados;
  3. Em épocas festivas, faça projetos de arte com suas crianças: tomando como o exemplo o Natal, aproveite os dias chuvosos e façam enfeites e cartões de Natal para toda família Se não tiver material na casa, compartilhe a ideia com os pais e peça para comprarem algumas coisas;
  4. IMPORTANTÍSSIMO: não deem nada de diferente para as crianças comerem, especialmente as mais novas, sem antes saber se eles têm alergia. Tomem muito cuidado com comidas e conversem bastante com os pais sobre isso;
  5. Uma vez tendo certeza de que as crianças podem comer qualquer coisa, faça projetos culinários fáceis com eles, inclusive com os mais novos. Eles adoram participar e com certeza irão gostar de comer algo diferente. Tem muita dica e videos na internet, utilize a seu favor;
  6. Crie horários e atividades cada dia da semana (óbvio que pode ser variações e repetecos) mas tente fazer pelo menos uma coisa diferente por dia;
  7. Faça-os ajudar a recolher brinquedos e arruma-los corretamente toda vez que brincarem;
  8. Leia livros com eles; eles adoram;
  9. Tente encontrar playgroups na região onde moram ou mesmo outras minders/au pairs com crianças da mesma idade para fazerem playdates: vão para library, parque, cinema, teatro, o céu é o limite;
  10. Não importa a idade: vocês tem que se impor e não deixar a criança mandar; eles tem que aprender desde cedo a respeitar as regras e se os pais não o fazem, você tem que fazer e assim, facilitar o seu próprio trabalho.

Não vou mentir: é cansativo, é desgastante, tem horas que a criatividade passa longe e você já não tem ideias do que fazer com eles. Mas, por outro lado, é extremamente satisfatório quando ele vêm te abraçar, te beijar e te dizem “I Love you”. Não existe amor mais puro e sincero do que o de uma criança e pode ter certeza de que esses pirralhos vão sim conquistar você, dia após dia.

Tem mais dicas para compartilhar? Deixem aqui nos comentários e ajudem as marinheiras de primeira viagem!

 

Author

2 Comments

  1. Ter o Stamp 4 te facilitou alguma coisa na questão de emprego? E o Diego?
    =*

    • Nadine Jalaim Reply

      Ainda não porque não procurei. Arrumei meu bico de nanny e ainda não sai de lá. O Diego também está começando a procurar trabalho agora, então ainda não sabemos exatamente o que esperar.

Write A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.