Porque fazer um Cruzeiro Transatlantico?

Quando falei que meu marido e eu iriamos morar na Europa, todo mundo respeitava e ficava muito feliz com a nossa decisão. Aí, eu complementava a informação com “nós vamos de navio” e via queixos caírem, caras de dúvidas aos mesmo incrédulos com a decisão.

Sim, desde o começo haviamos decidido ir de navio. Mesmo nunca tendo feito nenhum cruzeiro, tinhamos a certeza de que seria uma ótima decisão. Mas ainda era um tiro no escuro, afinal 14 dias navegando sem nem ao menos ter tido a experiência antes é no minimo curioso. Mas nós estavamos firmes q fortes com a nossa escolha e totalmente convictos de que era o melhor. Mas porque fazer um Cruzeiro Transatlântico?

Bom, as razões (nossas razões) são simples.

1. AVIÃO: Eu AMO viajar mas depois de velha passei a ter medo de avião. Então quanto menos estiver dentro de um avião, melhor. Nesse caso (nosso destino final na Europa era a Irlanda) o navio nos deixaria em Barcelona e assim seriam só 2 horinhas de voo até a Irlanda. Nada mal.

2. LUA DE MEL: Casamos em Fevereiro e fazer um Cruzeiro desses seria uma ótima opção para uma lua de mel inesquecível. Fora que sai mais em conta e isso nos leva ao próximo tópico.

3. PREÇO: Como viriamos morar na Europa, estavamos vendo passagens de avião somente de ida, o que sairia muito caro. Quando vimos o valor do cruzeiro não pensamos duas vezes para bater o martelo.

4. TRANSIÇÃO: Nossa mudança seria drástica. Sair do Brasil e morar na Europa. O avião nos levaria ao nosso destino em 16 horas (talvez menos) mas o navio nos deu tempo para desligar, relaxar, curtir um ao outro e curtir a ideia da nova vida.

5. NOVIDADE: Óbvio que cabeça de viajante quer sempre aproveitar uma boa novidade. Como nunca haviamos viajado de navio, nada melhor do que começar uma vida nova com uma novidade dessas, não?

20150428_181523

Será que valeu a pena?

1. Passar 14 dias dentro de um navio não foi fácil, confesso, mas foi muuuuuuuito melhor do que as 16 horas de avião sem sombra de dúvidas. Ponto pro navio!

2. Fazer cruzeiro como lua de mel é definitivamente uma escolha sábia. Não importa a duração. Fazer um cruzeiro não é simplesmente viajar, é relaxar, é curtir, é namorar, é apreciar o momento, sem correrias pra ver um ponto turistico ou pegar o trem para a próxima cidade. Com toda certeza recomendo!

3. Bom, no final das contas não posso falar que efetivamente economizamos vindo de navio, contudo posso afirmar que a diversão foi 100x maior. Digo isso porque com o valor que seria gasto nas passagens, compramos o cruzeiro – com comidas e bebidas (assunto para outro post) inclusos – ficamos 2 dias em Barcelona, compramos passagens de Barcelona para Dublin e ainda ouso colocar o valor do carro que alugamos para chegar na cidade em que vamos morar. Valeu ou não valeu?

4. Posso falar que em relação à transição, foi a melhor coisa que fizemos. Relaxamos e recarregamos nossas baterias – que estavam nas ultimas – e com certeza chegamos muito mais focados e motivados em nosso destino. O baque da mudança foi menor do que simplesmente estar no Brasil hoje e amanhã não estar mais.

5. Ahhhh, se gostamos da nossa primeira experiencia maritima? NÓS AMAMOS! Já viemos contando os dias e fazendo planos para os próximos, pensando nos destinos, escolhendo o navio. Foi sensacional!!!!!

Temos muito o que contar, comentar, compartilhar… mas hoje o post fica por aqui e fiquem ligados que tem muito assunto de cruzeiro para falarmos, dicas de imigração, nossas primeiras impressões e primeiros dias aqui no Velho Continente.

Deixo vocês com essa inspiração…

20150425_190452