Mas como assim sem trabalho? É possível tirar o STAMP 4 sem contrato de trabalho, Nadine?

É sim possível tirar o STAMP 4 sem contrato de trabalho e aqui nesse post você vai conhecer os detalhes de como fazer isso. Já falamos bastante sobre o STAMP 4 nos vídeos aqui no blog e canal e algumas informações serão redundantes, porém, agora de forma escrita, muito mais visual para vocês.

Para quem está perdido ainda  e não sabe do que eu estou falando, o STAMP 4 é o tipo de visto que o familiar de cidadão europeu recebe para poder residir na Irlanda. Não é tão simples quanto parece nem tampouco rápido. É um processo burocrático, por muitas vezes demorado e que exige um certo esforço dos aplicantes.

Falando um pouquinho sobre o processo do STAMP 4

Para aplicar para este tipo de visto, o aplicante precisa estar casado com um cidadão europeu. A aplicação tem de ocorrer em terras irlandesas devido a necessidade de levantamento de toda uma documentação que você só consegue lá, para citar um exemplo, contrato de aluguel.

O envio dos documentos para imigração deve ser feito através de carta registrada e, ao que tudo indica, agora os aplicantes estão recebendo uma confirmação de recebimento. Uhul! Antes tarde do que nunca, haja visto que nos primórdios isso não acontecia. A imigração envia a aprovação do visto temporário depois de 8 a 12 semanas, em média. Você irá receber uma carta informando que seu visto temporário foi liberado e algumas vezes ainda solicitando algum documento adicional. Com a carta em mãos, você irá fazer o agendamento online para registrar-se na GARDA – lembrando que o registro online é feito em cidades onde essa tecnologia está disponível. No dia de comparecer à imigração, não se esqueça de levar a carta que você recebeu, passaporte dos dois, comprovante de residência e o cidadão europeu. 

O visto temporário tem duração de 6 meses inicialmente, mas a imigração tem aumentando esse prazo de validade nos últimos tempos devido a alta demanda por esse visto, o que tem gerado atrasos no processamento. Feito o registo, simplesmente aguardar o seu GNIB chegar (em Cork estava demorando 2 semanas) e pronto, você já pode viver tranquilamente – por tempo determinado – em terras verdes.

Tá, e como faço para conseguir meu STAMP 4 sem contrato de trabalho?

O primeiro passo é baixar o EU1 form e seguir o post já em posse do formulário para um melhor entendimento Já baixe, também o manual de preenchimento. O post é mais um complemento desse manual (lá vocês encontrarão o passo a passo do preenchimento então é bom perder um tempinho dando uma olhada nele, ok?)

Formulário em mãos, vamos direto para Section 3 – Current Activity of the EU citizen in the State – não vou passar sessão por sessão do formulário, se acharem realmente necessário deixem nos comentários que eu prometo que faço um manual aqui para vocês, mas o vídeo que fizemos sobre o assunto já sana muitas das possíveis dúvidas de vocês. Como tirar o STAMP 4 sem contrato de trabalho?

Na subsection 3.1 você deve selecionar uma das atividades listadas exercidas pelo cidadão europeu. No nosso caso, como estamos falando do cidadão sem contrato de trabalho, nos sobram as opções C) Study e E) Residing with sufficient resources. Essas são as duas opções que vocês irão focar, escolhendo apenas uma dependendo de qual for seu caso. Detalhe: quem vai decidir qual é a melhor opção é você mesmo, ok?

  • Opção C) Study
    Você irá selecionar essa opção se o cidadão europeu está cursando faculdade ou fazendo algum curso de inglês com pelo menos 6 meses de duração, além de ter uma quantia razoável para manter os dois no país.
  • Opção E) Residing with sufficient resources
    Nessa opção o cidadão europeu não se encaixa em nenhuma das anteriores e possui uma quantia razoável para manter os dois no país.

Na subsection a seguir, de acordo com a opção que selecionaram, vocês irão preencher os respectivos campos:

  • Se for Study, informar o nome da Escola ou Universidade, endereço, telefone e se possuem seguro saúde
    Como tirar o STAMP 4 sem contrato de trabalho?
  • Se for Sufficient Resources, vocês devem informar quais são seus fundos, valores e como vocês estão se mantendo na Irlanda, além de também informar se possuem seguro saúde.
    Como tirar o STAMP 4 sem contrato de trabalho?

Na Section 4 – Document Checklist é onde vocês vão encontrar a listagem de todos os documentos que precisarão providenciar antes de enviar para imigração. As duas primeiras partes são óbvias e não necessitam de explicação – comprovação de identidade e estado civil. Lembrando que a certidão de casamento deve ser traduzida juramentada. E ah, pode ser a brasileira ou a do país do qual o cidadão possui nacionalidade, de qualquer forma, tem de ser apresentada em inglês.

A comprovação de moradia é necessária para qualquer caso de aplicação e é comum em todas as opções, mas vou passar com mais atenção nessa parte porque ainda tem muita gente com dúvidas nesses quesitos.

Como tirar o STAMP 4 sem contrato de trabalho?

  • Se você aluga um imóvel, terá que apresentar:
    • Carta da imobiliária/landlord OU contrato de aluguel – no caso de aluguel do quarto, se seu nome não estiver no contrato, peça para o landlord ou pessoa responsável pelo contrato escrever uma carta comprovando que vocês moram no local
    • Carta do PRTBsolicite ao landlord assim que alugar a casa e no nome dos dois. Esse processo quem faz é o Landlord e você receberá a carta em sua casa, em caso de aluguel do quarto, solicite ao responsável pelo contrato
    • Contas no nome dos dois – pode ser conta de luz, água, telefone, internet, celular desde que tenha o nome dos dois (não necessariamente na mesma conta, pode ter o nome de um em uma e do outro em outra)
  • Se você é dono da propriedade:
    • Carta do financiamento OU da autoridade local OU do Conselho do Municipio
    • Escritura
    • Contas no nome dos dois – pode ser conta de luz, água, telefone, internet, celular desde que tenha o nome dos dois (não necessariamente na mesma conta, pode ter o nome de um em uma e do outro em outra)

Tranquilo até aqui? Fôlego que ainda tem mais…

Agora vamos falar sobre a documentação necessária para comprovação da atividade do cidadão europeu na Irlanda. Lembrando que estamos falando do caso do STAMP 4 sem contrato de trabalho, ok?Como tirar o STAMP 4 sem contrato de trabalho?

  • Se o cidadão europeu está estudando:
    • Carta da escola/faculdade comprovando a matrícula e informando as datas de inicio de término do curso;
    • Carta do seguro saúde privado irlandês comprovando a cobertura para os dois
      * Seguro viagem não é o mesmo que seguro saúde. Esse seguro saúde seria um “convênio” irlandês, que cobre consultas e alguns procedimentos. No caso, é necessário um seguro saúde para os dois (tanto EU quanto non-EU). Entre as opções, você pode analisar e cotar o Aviva, Laya Healthcare e o VHI.
    • Extratos bancários E/OU outra comprovação de renda que mostre que o cidadão europeu tem condições de manter os dois na Irlanda sem se tornar um peso para o estado.

Como tirar o STAMP 4 sem contrato de trabalho?

  • Se o cidadão europeu tem fundos suficientes para se manter:
    • Evidência dos fundos através de carta explicativa e extratos bancários
      * Sobre o valor, a imigração nunca abriu qual seria o valor ideal para aplicar por essa opção. Através de análises e estudos, concluímos que algo em torno de 10k a 15 euros, porém já aconteceu de aprovarem com 6k. Então, é loteria!
      ** Sobre a renda, mesmo após o envio da documentação, é bom vocês manterem um bom valor em conta pois pode acontecer de ter que comprovar essa renda novamente durante o processo
    • Carta do departamento do Seguro Social atestando que não existe nenhum pedido de ajuda financeira em nome do cidadão europeu
      * Essa carta só é gerada se o cidadão europeu tem PPS. Se não tiver não adianta nem pedir porque eles não fazem. O que deveria ser algo lógico – não tem PPS logo não tem ajuda social – é bem mais complicado. Se vocês forem aplicar por essa opção, o conselho é que o cidadão europeu já tenha PPS.
    • Carta do seguro saúde privado irlandês comprovando a cobertura para os dois
      * Seguro viagem não é o mesmo que seguro saúde. Esse seguro saúde seria um “convênio” irlandês, que cobre consultas e alguns procedimentos. No caso, é necessário um seguro saúde para os dois (tanto EU quanto non-EU). Entre as opções, você pode analisar e cotar o Aviva, Laya Healthcare e o VHI.

Com a documentação em mãos, basta enviar diretamente para o endereço informado no formulário e cruzar os dedos! Lembrando que, no caso de impossibilidade de enviar alguma documentação, é necessário escrever uma carta a mão explicando o motivo do não envio do documento.

Se houver alguma mudança – QUALQUER MUDANÇA seja de casa, de status, de marido/esposa rs INFORME PRONTAMENTE À IMIGRAÇÃO. Mandem a comprovação para o mesmo endereço informando o seu ApplicantID, nome completo e data de nascimento e eles farão a atualização do processo.

O post ficou longo mas acredito que vai ajudar a quem está começando essa jornada. Dúvidas sempre vão existir, quem conhece sabe que o processo é bem chato e interpretativo. E digo mais, se alguma coisa não ficou clara, por favor, entre em contato e a gente dá mais uma conversada sobre o assunto, ok?

Ufa… por hoje é só!

Author

38 Comments

  1. Boa noite,
    Minha esposa tem a cidadania italiana, se eu residir com ela na irlanda consigo trabalhar antes de conseguir o Stamp4?

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Eder.

      Você só pode trabalhar se tiver visto de estudante válido ou após sair pelo menos o Stamp 4 temporário. Antes disso, não tem jeito.

  2. Olá Nadine!
    No meu caso quase ñ encontro informações… Minha filha tem cidadania espanhola, soube que pais de filhos europeus tem direito ao Stamp 4… Porém ela é menor de idade (14 anos). Daí que surgem varias dúvidas q ninguém sabe informar… Por ser menor de idade como vou colocar que sou dependente dela para conseguir o Stamp 4? E na realidade eu gostaria que ela terninasse o ensino médio aqui e ir para Irlanda com 18 anos, seria o tempo necessário para eu me estabelecer no país…
    Estou muito confusa… ñ quero pagar intercâmbio, visto etc se posso conseguir o STAMP 4 com minha filha, por outro lado, por ser menor d idade e ñ ir morar logo de cara comigo na Irlanda ñ sei como conseguiria o Stamp4. Talvez se a levasse e comprovasse renda suficiente, após isso ela voltaria p Brasil e os papéis já estariam encaminhados.
    Estou muito perdida! Só acho informações do Stamp4 para cônjuges… Se puder me ajudar ficaria eternamente grata!!!!
    Bjsss

    • Nadine Jalaim Reply

      Olá Jose!

      Primeiramente, peço desculpas pela demora. Estavamos com problemas tecnicos aqui nos comentarios.

      Bom, os dois formularios já existem há um bom tempo. O EU1 Form é o formulario utilizado para aplicante CASADO com cidadão europeu. Já o EU1A é para casais que tenham união estável.

      Se vc for casado, deverá utilizar o EU1.

      Espero ter ajudado

      Abs
      Nadine

  3. Nadine, muito obrigado pelas informações valiosas e pelo tempo que vc dedica ao blog. Tenho uma pergunta, por gentileza:
    Minha noiva (brasileira) eu (italiano) gostaríamos de nos casar na Irlanda. Por uma série de razões pessoais não queremos nos casar no Brasil, a menos que seja a única opção viável. Então minha dúvida é se eu enquanto italiano e ela enquanto brasileira com visto de turista podemos nos casar na Irlanda pra ela então pegar o stamp 4 dela. Agradeço se puder nos ajudar com dicas de como proceder. Obrigado desde já.

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Pedro!

      Primeiramente, obrigada pelo comentário e visita!

      Sobre a questão do casamento, sendo sincera, eu sei muito pouco sobre o assunto quando se trata de casamento na Irlanda mas o que eu consigo te adiantar é que não é um processo fácil e rápido. Pelo que conheço, demoraria pelo menos 90 dias para que vocês conseguissem se casar e é necessária apresentação de alguns documentos para dar inicio nesse processo, o que levaria mais tempo do que os 90 dias de turismo que sua noiva teria.

      Minha recomendação: realmente não sei quais são os empecilhos disso mas seria muito mais prudente e fácil se casar no Brasil, traduzir a certidão e já entrar na Irlanda casados.

      Desculpe não conseguir ajudar muito mais que isso.

      Abs
      Nadine

  4. Olá Nadine, você falou em o cidadão europeu apresentar o extrato da conta para recursos próprios. Mas e se o dinheiro estiver apenas no nome da esposa/o? Não seria aceitável?
    Adorei o post!

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Tayana! Obrigada pelo comentário. 🙂

      O extrato deve estar no nome do cidadão europeu; o próprio cidadão tem que ser responsável pelas recursos próprios para manter ambos na Irlanda.

      Espero ter ajudado!!!!!!

  5. Nadine, boa noite!

    Primeiramente, parabéns pelo blog, está ajudando muito!

    Tenho cidadania européia e irei com a minha esposa que não possui, porém queremos ir juntos, sendo assim não terei emprego ainda. Você aconselha ela entrar como turista ou estudante? A dúvida se deve ao fato da possibilidade dela entrar como estudante, pois terei que pegar visto no brasil de estudante ou eles concedem no guichê? Além do comprovante de pagamento da escola e moradia, o que mais seria necessário comprovar, pois ela estaria entrando comigo. O que você aconselha neste caso?

    Obrigado.

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Bruno! Primeiramente, obrigada pelo comentario e visita! Fico sempre muito feliz em ajudar vocês nos que for possivel!

      Com toda experiencia que eu tive, eu tenho algumas considerações.

      Primeiro, você já fala ingles? Se sim, você acha que em 3 meses (menos até, pois a entrada da papelada tem que ser antes do visto de turista vencer) você consegue um emprego e levantar toda a documentação necessária?

      Segundo, a sua esposa já fala ingles? Ela necessitaria de um aprimoramento ou algo do tipo?

      Se os dois falam ingles e vocês acreditam que em 3 meses vocês conseguem toda a papelada e emprego, arrisca entrar como turista. Ou mesmo, se tiverem um valor considerável em caixa, dá para aplicar por Fundos Suficientes (os posts aqui no blog ajudam vocês nessa parte). Se aplicarem por Fundos Suficientes, é possivel alterar o status da aplicação caso você encontre emprego, então, seria uma boa saída. Mas lembrando: essa opção eu recomendo apenas se os dois já falaram inglês o suficiente para trabalhar.

      Se um dos dois não falar ou nenhum, a minha recomendação cai fortemente para comprarem o curso e entrar como estudante. Com isso, ela teria 8 meses de “respiro” para aprender e você teria esse mesmo tempo para conseguir um emprego, sem pressa e sem correria, tendo que aceitar qualquer coisa. ~

      Vale a pena vocês sentarem e analisarem essa parte do inglês e talvez fazer uma pesquisa no mercado de trabalho. Se você já fala ingles, tem passaporte europeu, vale pena pesquisar a fundo a sua area de trabalho na Irlanda e se preparar para isso ao inves e de tentar algum subembprego.

      É tudo muito relativo e depende muito da situação. Vendo tudo o que passamos, hoje se fosse de novo ou se pudesse mudar algo, eu teria entrado como estudante, mesmo já falando ingles – meu marido que tem cidadania não falava.

      Espero ter ajudado e se precisar de mais alguma coisa e eu puder ajudar, basta entrar em contato!

      Abs!
      nadine

  6. Olá Nadine !

    Tenho algumas duvidas, será que pode me ajudar? Estou para fazer o stamp fou da minha esposa, mas ela ainda está no Brasil.

    Primeiro, o seguro saúde é necessário?
    Segundo, comprovante de residência, os dois deverão estar aqui na Irlanda para dar entrada no processo, ou pode ser o meu comprovante de residencia aqui e da minha esposa no Brasil? (Eu sou cidadão EU).
    Terceiro, basta apenas a certidão de casamento para apresentar na imigração ou é necessário mais documentos?
    Quarto, é apenas necessário as cópias do passaporte, não é necessário o original ?

    Obrigado pela atenção!

    • Nadine Jalaim Reply

      Ou Alan! Obrigada pela visita!

      Vamos l+a… o Seguro Saude Irlandes (privado) é necessário apenas se vocês forem aplicar através de recursos próprios.

      Para aplicar pro Stamps 4 é necessário que os 2 sejam residentes (e presentes!) na Irlanda.

      Para entrar é bom ter mais do que certidão de casamento (uma passagem de saida da Irlanda, um seguro viagem, comprovante de acomodação…) Veja bem, essas coisas não são efetivamente obrigatórias se vc vai aplicar para o Stamp 4 mas a imigração na Irlanda pode pedir e é sempre bom ter em mãos esse tipo de documentação. Eu gosto sempre de falar que é melhor pecar pelo excesso do que precisar e não ter.

      Agora apenas as cópias do passaporte são pedidas para o processo. Antigamente era necessario o envio do passaporte original.

      Espero ter ajudado!!!!

  7. Oi Nadine! Parabéns pelo post e muito obrigada pelo detalhamento das informações! Ajuda muito!
    Tenho uma dúvida… para aplicar por recursos suficientes precisamos: Carta do departamento do Seguro Social atestando que não existe nenhum pedido de ajuda financeira em nome do cidadão europeu
    Onde consigo essa carta?
    Muitissimo obrigada!!

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Aline! Muito obrigada pelo comentario e desculpa a demora para responder.

      Essa carta você consegue, apenas, se possuir PPS e indo direto no posto do Social Welfare próximo de onde mora. Para solicitar basta ter o pps, a pessoa irá buscar pelo número e gerar essa carta. É bem simples!

      🙂

  8. Oi Nadine,
    Ótimo post, bem detalhado e esclarecedor. Porém estou com uma duvida… Você sabe qual é o valor minimo que a imigração exige para que eu possa declarar ter recursos suficientes? Já procurei no site da imigração, porém não acho essa informação em lugar nenhum, rs…
    Obrigada pela atenção.

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Carolina, obrigada pelo comentário e feedback!

      Sobre o valor, a imigração nunca abriu qual seria o valor ideal para aplicar por essa opção. Através de análises e estudos, concluímos que algo em torno de 10k a 15 euros, porém já aconteceu de aprovarem com 6k. Então, é loteria!

  9. Uma dúvida bem cruel.

    Eu e minha esposa moramos com uma senhora, ela nao nos cobra valores. Dessa forma não existe PRTB, como podemos fazer para que eles aceitem somente a carta e comprovantes de endereço?
    Sera que as cartas de recebimentos de cartão e PPS já serão o bastante para comprovar nossa residencia somando a carta dela, ou realmente precisa ser uma conta util?

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Rodrigo. Obrigada pela visita!

      Bom, eu vou ser sincera e dizer que já vi várias historias seguindo essa sua mesma situação. Já ouvi que deu certo e que não deu. O que acontece é que a imigração na Irlanda não tem muito critério e quando digo que cada caso é um caso é realmente verdade. EU aconselharia vocês a mandarem as cartas do PPS e do banco, e caso seja necessário, eles irão pedir documentação complementar. Se for o caso, vocês podem fazer uma conta de celular pós pago, pegar um plano baratinho (eu tinha um de 24 euros por mês) então, já seria um comprovante de endereço em uma conta.

      Espero que tenha ajudado!!!

      Abs

  10. Nadine, boa tarde.

    O contrato de aluguel precisa estar no nome dos dois ou pode estar apenas no nome do Europeu? Digo isso porque minha esposa vai primeiro para conseguir alugar algo e depois eu vou.

    Obrigado.

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Julian! Obrigada pela mensagem!

      O contrato pode ser no nome do cidadão europeu mas tem que apresentar contas no nome dos dois na hora do envio da documentação.

  11. NATHALIA CAMPOS SIMOES Reply

    Nadine,
    tudo bem? Depois de muito pesquisar você é a unica que fala sobre Stamp 4 sem contrato de trabalho, hahaha, eu e meu marido iremos para irlanda ano que vem, tenho duas dúvidas se puder me ajudar que no site da Imigração não é claro, eu chego no aeroporto e entro na fila com ele cidadão europeu, ou entro normal pela fila de estrangeiro como turista (vou comprar passagem de ida e de volta pq sai mais barato) ou ainda foi o que cogitei pq vi comentários que está demorando para sair o stamp 4, eu fecho uma escola de inglês e entro como se fosse estudar? E ultima dúvida, no Item que precisaremos comprar (E) eu enviou um ou outro documento, porque ouvi dizer que era obrigatórios termos o seguro saúde, enfim colocamos na conta e iamos fazer de qualquer forma ou eu posso só anexar os comprovantes da minha conta do Brasil com o dinheiro? Pq essa é uma outra duvida, a gente né tá juntando um valor para 1 ano tranquilos e emergências, mas né levar tudo isso em especie é complicado.. Me orienta 🙂 Desculpa pelo textão e parabéns pelo conteúdo.. SUPER didático. e importante.

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Nathalia!

      Primeiramente, obrigada pela visita! Fico feliz quando um post consegue ajudar o pessoal! O assunto do Stamp 4 é um tanto quanto complicado mesmo e existe pouco conteúdo, infelizmente.

      Bom, vamos começar. na entrada no país, vocês entram juntos, na fila de não europeu, portando todo e qualquer documento que possa vir ser necessário. Eu gosto de falar que o pecado pelo excesso é muito melhor do que falta de alguma coisa nesse caso. Não esquece da tradução juramentada da certidão de casamento!!!!

      Sobre os documentos…. é necessário o envio de todos os documentos que estão na lista e sim, caso a aplicação seja via recursos próprios ou estudo, o “convenio” irlandes é requisito obrigatório.

      Sobre as suas opções… Se os dois falam inglês e o cidadão europeu está convicto de que arruma emprego numa boa, então não vejo porque comprar um curso. Se quem vai aplicar não fala ingles, eu acho muito válido comprar o curso. Só tras beneficios: vai aprender, além de tirar um pouco a pressão do Stamp 4, dá tempo que correr atras de tudo que precisa, arrumar a documentação e enviar sem pressa. Como turista, você tem até meses. O ideal é entrar com a documentação antes do vencimento do visto de turista, mas não tem problema se, durante o processo, o visto de turista vencer pois você já vai ter aplicado.

      A compra ou não do curso depende muito do nivel de ingles de vcs, do nivel de confiança que vocês tem em questão de arrumar emprego ou não. Lembrando que, uma vez que se aplica por recursos proprios, em algum momento a imigração pode solicitar comprovação de renda novamente, então ainda tem que ter uma quantia alta de dinheiro mesmo após alguns meses. E se, caso o cidadao europeu arrumar um trabalho, com contrato tudo certinho, não pode esquecer de atualizar o status dele na imigração. Isso é EXTREMAMENTE importante!!!

      Espero ter ajudado e se tiver mais duvidas, pode mandar!!!!!

      ;*

  12. Oi Nadine!!
    Com o visto temporário já é possível procurar trabalho?
    Outra coisa. Eu estou casando com uma francesa. Quero ir pra Irlanda, onde meu irmão já mora lá, com visto e tudo certinho. Existe alguma forma de comprovar a residência se estivermos morando com ele?
    Obrigado!!!

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Luiz!

      Com o visto temporário já pode trabalhar sim, sem problemas.

      Se vocês forem morar com seu irmão e o tiver contrato no nome dele, ele pode escrever uma carta atestando que vocês moram com ele e terão que apresentar essa carta, o PRTB no nome dele no caso mas as contas devem estar no nome de vocês. Vocês podem fazer contas de celular pós pago, os planos não são tão caros e valem como comprovante de residência.

  13. Adorei tá me ajudando muito, apenas uma dúvida meu marido não estuda aqui ele é italiano e trabalha na Irlanda na mesma empresa a mais de dois anos qual opção coloco?

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Maressa, obrigada pelo comentário.

      Nesse caso, vocês vão escolher a opção de trabalho.

      Como o post foi especifico para quem tem conjuge europeu que não trabalga, as informações foram especificas desse caso.

      Mas no formulario mencionado tem toda documentação que vocês precisam apresentar caso o cidadao europeu esteja trabalhando.

      Em breve farei um post sobre esse assunto também.

      Se precisar de mais algum auxilio, entra em contato que a gente tenta ajudar! 🙂

  14. Parabéns, ótimo o seu post, vou passar por isso daqui a alguns meses. Obrigado.

  15. Nadine muito obrigada por compartilhar suas experiências conosco! Acompanho vocês tem um tempo já…e este post é muito esclarecedor, sem dúvidas! Eu tenho dupla cidadania Portuguesa e estou pensando em voltar para Dublin em Agosto para morar com a minha esposa (Estudei em Dublin 3 meses em 2012). Ainda tenho muitas indecisões, pois vejo que a imigração irlandesa está meio sem critérios para aprovações, além da questão da demora em conceder o visto. Vi em um dos seus videos que vocês foram para Portugal quando saíram da Irlanda e gostaria de saber se vocês não pensaram em tentar morar em Portugal? O país não agradou vocês ou o que houve? Pergunto isso pois ainda tenho certa dúvida entre ir pra Irlanda e tentar aplicar o STAMP4 para ela ou ir para Portugal, pois apesar do salário lá ser menor, a moradia é mais barata e morando 2 anos lá ela tem direito a solicitar a cidadania Portuguesa e acredito que assim talvez as coisas sejam mais fáceis para nós em outros países futuramente. Gostaria da sua opinião pois gosto muito das suas colocações no blog e sei que você teve várias experiências quando morou em Cork e foi a Portugal. =) Muito obrigada!!

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Aline!!!! Muito obrigada pelo seu comentário! Fico feliz em saber que vem acompanhando nossas aventuras rs.

      Sobre Portugal, eu já estou trabalhando em um post para falar justamente disso, mas vou te dar uma prévia rs. (não conta pra ninguém hahahahahaha)

      Nós fomos com a ideia de morar em Portugal mesmo. O país é ótimo e fomos super bem recebidos. A burocracia do visto é grande por lá também e ainda pior que na Irlanda, mesmo para conjuge de cidadão portugues (Diego é portugues também). O salario é extremamente baixo e apesar do aluguel ser BEM mais barato, outras coisas são o mesmo preço. No mercado você encontra coisa mais baratas, mesmo preço e até mais caras, então, fica elas por elas, mas com salario extremamente menor. Tivemos alguns problemas de aluguel também…

      Em resumo é isso! Eu tô devendo esse assunto há um tempo e quero ver se já coloco no ar semana que vem!!!!!!! Volta aqui, hein?

      Abs
      Nadine

  16. Nossa que maravilha, realmente é bem difícil achar posts ou vídeos sobre o assunto, ainda mais qdo vamos aplicar como estudante ou recursos suficiente, tá bem explicado, só tenho uma dúvida que não sei se já ouviu acontecer com alguém, estou na Itália e abri uma conta e peguei um extrato na abertura, será que vale extrato de outro país?

    Beijos e muuuuitissimo obrigada pelo post 💙

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Camila!

      É verdade, esse assunto é pouco explorado e tem pouquissima informação online e sempre muito desencontrada! Fico feliz em poder compartilhar o que aprendi com a minha experiência e ajudar outras pessoas!

      Sobre a sua duvida, eu não sei te responder com 100% de certeza, mas o ideal é ter uma conta na Irlanda mesmo. Eles querem ter certeza de que você tem acesso ao dinheiro para viver por lá – sendo um banco europeu, eu acredito que seja diferente do que se fosse um banco brasileiro, visto a conversão e a burocracia na hora de trazer o dinheiro.

      Para ter certeza, eu mandaria um email para imigração para conseguir uma resposta mais concreta.

      Desculpe não solucionar sua dúvida 🙁

  17. Valéria T. Colato Reply

    Nadine, parabéns pelo belo trabalho!! Não conhecia seu blog e já virei fã! Só uma dica… em Dublin, o agendamento é no INIS, e não mais na Garda. Há um aviso na página do Inis:

    The Office which deals with the Registration of non-EEA persons living in the Dublin City and County area has transferred from the Garda National Immigration Bureau to the Irish Naturalisation and Immigration Service (INIS).
    Such registrations will continue at Burgh Quay Immigration Office, 13/14 Burgh Quay, Dublin 2. The previous queuing and ticketing system at this Office is no longer in operation.
    Persons who are in receipt of a letter from EUTR section approving permission to remain and have not yet registered that permission should be aware that a new online registration appointment system is now in operation.

    Espero ter ajudado, e na verdade tenho algumas dúvidas.. to aqui tentando solucioná-las, se não conseguir, te dou um grito! Seu post já ajudou MUITO!
    Beijos

    • Nadine Jalaim Reply

      Opa Valéria! Obrigada pela dica!! Vou atualizar no post!

      Espero poder ajudar sempre que possivel e fico muito feliz por ter gostado do blog! Espero ver você sempre por aqui!!!!!!!! 🙂

  18. Olá, Nadine!! Muito bom seu post! Super explicativo e claro.
    Só posso escolher uma opção estudante ou recursos suficientes? Pensei que fosse as duas.
    Obrigada!

    • Nadine Jalaim Reply

      Oi Juliane! Fico muito feliz em poder ajudar!

      Sobre as opções, o ideal mesmo é escolher uma só. Quando apliquei, escolhi as duas (estudante e recursos suficientes) e quando recebi a negativa (tem um post aqui no blog explicando a negativa) fiz uma auto analise e percebi que foi um erro pois escolhendo as duas, você fornecer a documentação das duas opções e abre espaço também para ser julgada em ambas.

      Espero ter ajudado!!!
      Volte sempre por aqui!

      Abs
      Nadine

      • Olá, bah não tinha pensado nisso. Mais alguma coisa que vc analisou e viu que não deveria ter feito?

        Muito obrigada pelas info e dicas!

        • Nadine Jalaim Reply

          Acho que esse foi um ponto crucial. Outras coisas que poderiamos ter feitos diferente foram relacionadas a nossa reação ao visto negado, poderiamos ter recorrido e ganhado tempo, ter dado um jeito. Mas esse é um assunto até bom para falar aqui no blog, explicar melhor o que fazer se o visto for negado, quais são as possibilidades.

Write A Comment